Mais um militar no Maranhão perde a vida para a Covid-19
01/04/2021 03:16 em NOTÍCIA

Nos quarteis o clima é de apreensão com o elevado número de óbitos, por mês, por semana e, por último, um a cada dia. A Covid-19 não escolhe patentes e nem idade. Hoje, quarta-feira (31), foi um cabo do 7º BPM de Pindaré e amanhã ninguém sabe qual será o próximo.

O cabo Daylon faleceu hoje por complicações da Covid-19 e havia perdido recente a própria mãe para a doença, que tem matado milhões no mundo todo. 

O genitor do cabo, que é um sargento militar reformado, encontra-se hospitalizado também por causa do vírus. 

Formado em Direito e aprovado na Prova da Ordem, o militar era atleta, serviu por um tempo na Força Nacional e muito querido entre seus colegas de farda.

Em vários estados os governos já incluíram os militares, policiais civis e do Corpo de Bombeiros na escala de prioridade da vacina, a exemplo do vizinho Piauí.

 

Aqui no Maranhão a decisão cabe ao governador Flávio Dino, aquele que quer ser eleito pelo seu voto para senador em 2022. Enquanto isso, dezenas de militares morrem, deixando familiares entre a dor e as lágrimas.

 

COMENTÁRIOS