Câmara pode aprovar auxílio emergencial de R$ 3 mil a R$ 6 mil para agricultores. Entenda
14/07/2020 15:03 em Trânsito

Caso aprovado, poderão receber os agricultores e empreendedores familiares, os pescadores, os extrativistas, os silvicultores e os aquicultores.

 

O projeto de lei (PL 735/20) que visa auxiliar os agricultores no momento de pandemia da covid-19, deve ser votado, na próxima terça-feira (13), pela Câmara dos Deputados.

O texto prevê o pagamento de auxílio emergencial para: 

  • agricultores e empreendedores
  • pescadores
  • silvicultores
  • e os aquicultores

O valor pago a este grupo será superior aos demais, uma vez que o trabalhador informal tem parcela de R$ 600, no máximo R$ 1.200 (sendo a mulher chefe de família), o agricultor que atender os requisitos poderá ganhar até R$ 3 mil em parcela única. Sendo mulher provedora família monoparental, o benefício a ser pago será de R$ 6 mil.

Um dos requisitos para receber o auxílio é não ter emprego formal e não receber qualquer outro tipo de benefício previdenciário, exceto Bolsa Família ou seguro-defeso. A renda familiar deve ser de, no máximo, R$ 522,50 ou renda familiar total de até três salários mínimos.

 

4° parcela do auxílio emergencial para os trabalhadores informais e Bolsa Família

 

Faltam 7 dias para começar o pagamento da 4° parcela do auxílio emergencial de R$ 600. A prorrogação do benefício, de acordo com o decreto publicado no Diário Oficial da União do dia 30 de junho, pagará mais duas parcelas, podendo chegar a R$1.200, no caso de mães chefes de família.

 

Apesar de muito se cogitar a extensão das parcelas, quando realmente se tornou oficial, gerou surpresa. Diferente das três parcelas inicialmente, a 4ª e a 5ª serão pagas no início e fim do mês, de acordo com a data de nascimento de cada beneficiário. Sendo assim, a quarta e quinta será repartida em quatro pagamentos. Veja como:

  • Final de julho: R$ 500
  • Início de agosto: R$ 100
  • Meio de agosto: R$ 300
  • Final de agosto: R$ 300

Como foi nas parcelas anteriores, os primeiros a receberem o pagamento serão os beneficiários do Bolsa Família. O auxílio emergencial para os incluídos no Bolsa Família acontecem de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS).

Confira o calendário para o Bolsa

Número final do NIS Data de recebimento
NIS final 1 20 de Julho
NIS final 2 21 de Julho
NIS final 3 22 de Julho
NIS final 4 23 de Julho
NIS final 5 24 de Julho
NIS final 6 27 de Julho
NIS final 7 28 de Julho
NIS final 8 29 de Julho
NIS final 9 30 de Julho
NIS final 0 31 de Julho

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!