Software organiza alimentação escolar e permite que equipes foquem na parte pedagógica
25/11/2021 09:49 em NOTÍCIA

Cheff Escolar contribui com saúde e qualidade de vida para estudantes.

Software organiza alimentação escolar e permite que equipes foquem na parte pedagógica

O assunto é tão importante que, nas escolas públicas do país, a alimentação para a Educação Infantil conta com algumas diretrizes e protocolos, como a Lei 11.947. 

SÃO LUÍS - Educação e saúde estão diretamente conectadas, por isso, priorizar uma alimentação saudável desde cedo é essencial, uma vez que a desnutrição pode afetar o desenvolvimento e o aprendizado dos alunos. O assunto é tão importante que, nas escolas públicas do país, a alimentação para a Educação Infantil conta com algumas diretrizes e protocolos, como a Lei 11.947. Ela defende que garantir a educação alimentar e observar os aspectos nutricionais no desenvolvimento do ensino e da aprendizagem infantil é fundamental e, ainda, que esse tema é tão essencial quanto as bases que regem o currículo escolar.

Nesta legislação há inclusive um programa que prioriza o direito à alimentação dos estudantes, o PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar). Hoje, no Brasil, são mais de 42 milhões de alunos matriculados em escolas públicas e 50 milhões de refeições que devem ser garantidas por dia. Com números tão expressivos, é possível imaginar como é complexo para as escolas administrarem e executarem todas as normas deste programa.

Para auxiliar nessa missão, a Digix, empresa de tecnologia, desenvolveu o Cheff Escolar. Um software que foi pensado para apoiar as Secretarias de Educação na administração de todas as etapas do processo de alimentação nas escolas, desde o cálculo do Censo, passando pela elaboração dos cardápios, até a prestação de contas. Segundo a product manager da Digix, Evelyn Chiavagatti, o uso desse sistema torna a gestão mais moderna, simplificada e transparente. "Ele contribui para a adequação à legislação que defende o direito do aluno da escola pública à nutrição de qualidade", pontua.

Em Mato Grosso do Sul, 353 escolas e centros de educação utilizam o programa. Com ele, a Secretaria de Estado de Educação (SED) melhorou sua performance, pois consegue elaborar cardápios de 90 dias em até 48 horas e, ainda, realizar o repasse do recurso para a escola em até uma hora, garantindo que os valores chegarão em tempo hábil para a disponibilização das refeições.

Outro ponto positivo, segundo Evelyn, é que a prestação de contas para o FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), que antes levava 8 horas, agora leva apenas 2 minutos, em média, por escola. É importante destacar ainda que o software permite atender ao percentual obrigatório de compras destinadas a produtos cultivados pela agricultura familiar, fomentando o desenvolvimento econômico e sustentável das comunidades.

Hoje, o software é o único sistema no território nacional que atende 100% a gestão do PNAE e mostra em tempo real o percentual contratado, evitando desperdícios e gastos desnecessários e, ainda, garante a transparência dos processos, aumentando a agilidade em licitações, pois ele gera automaticamente os documentos e automatiza o cálculo dos repasses financeiros para as escolas a partir do Censo Escolar.

A nutricionista da Coordenadoria da Alimentação Escolar (SED), Adriana Rossato, pontua que a utilização de programas como esse possibilitou às equipes escolares terem mais tempo para focar no que é realmente importante: a parte pedagógica e o ensino dos alunos. "As escolas perdiam muito tempo no processo de organização da alimentação escolar, trabalhando com cálculos, planilhas e documentos, para poder estabelecer os cardápios e fornecer a alimentação dos estudantes. Hoje, com a ajuda da tecnologia, isso mudou, otimizando os fluxos nas escolas e garantindo refeições de qualidade a todos os alunos, sem prejuízos", pontua.

O uso do Cheff Escolar, de acordo com Evelyn, é de extrema importância para acompanhar e conduzir a educação alimentar nas escolas para um caminho mais seguro, garantindo mais saúde e qualidade de vida aos alunos e servidores públicos, tanto agora quanto no futuro, através de processos automatizados e com mais eficiência.

DIGIX

25/11/2021 às 08h00

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!