Nem Lula cresceu, nem Bolsonaro caiu depois do debate da Globo
01/10/2022 08:34 em NOTÍCIA

Lula e Bolsonaro saíram do último debate entre os candidatos a presidente, promovido pela Rede Globo de Televisão, com o mesmo tamanho que entraram.

Nem ganharam votos, nem perderam. Melhor para os dois e, entre eles, melhor para Lula, que lidera com razoável folga todas as pesquisas de intenção de voto.

Haverá pelo menos mais três pesquisas nacionais para presidente a serem divulgadas amanhã: Datafolha, Ipec (ex-Ibope) e Ipesp. No domingo, não haverá pesquisa de boca de urna.

Estados do Norte, com fuso horário diferente do resto do país, começarão a votar mais cedo. Se tudo sair como previsto pela Justiça, antes das 20h vai se saber se haverá segundo turno.

É possível que haja, a depender da abstenção. Eleitores pobres costumam se abster mais do que eleitores ricos. Lula é mais forte entre os pobres, e Bolsonaro, entre os ricos.

Não se descarta, porém, a hipótese de a eleição terminar no domingo. No agregado das pesquisas conhecidas até agora, Lula tem 52% dos votos válidos, segundo o jornal O Estado de S.Paulo.

Para que liquide a fatura, ele precisa de 50% mais um dos votos válidos. Terá hoje e amanhã para tentar ampliar sua vantagem de modo a compensar a abstenção de parte dos seus eleitores.

É por isso que ele reservou a sexta-feira para fazer duas caminhadas – uma em Salvador e outra em Fortaleza. Os candidatos do PT aos governos da Bahia e do Ceará sobem ladeira.

Ao mesmo tempo em que os ajuda a vencer, Lula poderá atrair para si mais votos na região, o Nordeste, onde os partidos que apoiam Bolsonaro não elegerão um único governador.

Se dependesse dos seus conselheiros, Bolsonaro encerraria sua campanha em algum estado do Sudeste, região com o maior número de eleitores. Mas ele planeja encerrá-la em Santa Catarina.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!